08 Março 2012

Londres e Reino Unido são os mercados mais atrativos para os investidores imobiliários em 2012

Londres e Reino Unido são os mercados mais atrativos para os investidores imobiliários em 2012

De acordo com o mais recente estudo da CBRE, os investidores imobiliários na Europa consideram que o Reino Unido é o mercado mais atrativo para aquisições em 2012, seguido da Alemanha. Quanto às cidades, Londres destaca-se entre as demais, Varsóvia fica em segundo lugar.

Lançado hoje no MIPIM 2012 - o evento anual do setor imobiliário realizado em Cannes, França - o mais recente inquérito da CBRE, ‘Real Estate Investor Intentions’*, realizado a mais de 340 dos principais investidores em imobiliário, disponibiliza uma visão geral do sentimento dos investidores face aos mercados imobiliários internacionais e perspetiva níveis de atividade para o restante ano.

O estudo da CBRE conclui que, para quase um terço (31%) dos investidores, o Reino Unido é o mercado imobiliário mais atrativo para investimento na Europa. Esta posição encontra-se muito próxima da alcançada em 2010, mas subiu significativamente dos 16% registados em 2011. Selecionada por 27% dos investidores, a Alemanha figura como o segundo mercado mais atrativo, seguida pelos mercados da Europa Central e de Leste, com 19%.

A França regista interesse de investimento inferior ao registado em 2011 e a proporção de investidores que escolheram Espanha como mercado mais atrativo caiu de 9% em 2011 para 3,5% este ano. Itália foi escolhida por apenas 2,5% dos inquiridos. Inversamente, a atração pelos mercados Nórdicos (maioritariamente fora da Zona Euro) aumentou, tendo sido escolhidos por 8% dos inquiridos como os mais atrativos para investimento imobiliário este ano, comparativamente a 5% no ano passado.

Londres sobressaiu relativamente a outras cidades nomeadas como o destino prioritário dos investidores na Europa, identificada por 37% dos investidores como o principal destino na Europa em 2012. A segunda cidade mais popular foi Varsóvia (12%), refletindo os fortes indicadores da economia polaca, com Paris na terceira posição (9%), na sequência dos elevados níveis de atividade de investimento registados em 2011, seguindo-se as cidades alemãs de Munique (8%) e Berlim (7%).

Londres, em particular, sempre foi considerada pelos investidores globais como o principal destino europeu para investimento imobiliário, devido aos seus atributos como a liquidez, prestígio, dimensão, estabilidade e transparência, para além de funcionar como localização de partida para investir noutros mercados imobiliários da Europa.

Peter Damesick, Chief Economist da região EMEA da CBRE, comenta: “O aumento da atração dos investidores pelo Reino Unido em 2012 pode ser parcialmente entendido como uma reação aos contínuos problemas e incertezas na Zona Euro. Neste contexto, os atributos de segurança e elevada liquidez do mercado do Reino Unido parecem ter-se tornado mais atrativos. Os outros mercados com maior popularidade para os investidores em 2012 são Alemanha e Europa Central e de Leste. Tal como sucedeu no ano passado, a atração por estes mercados está relacionada com a perceção que os investidores têm dos seus fortes indicadores económicos.”

As intenções dos investidores imobiliários para 2012 também revelam variações de atitude perante diferentes setores imobiliários. Comparativamente a 2011, a proporção de investidores que privilegia imobiliário residencial e industrial/logístico em 2012 aumentou significativamente em relação ao ano passado, enquanto os escritórios, comércio de rua ou centros comerciais são considerados menos atrativos pelos investidores para aquisições.

Peter Damesick acrescenta: “Os setores de escritórios e retail continuam a ser os mais populares para o investimento imobiliário na Europa, mas o nível de confiança em relação a estes setores é mais moderado do que há um ano. Poderá ser um reflexo da perceção que os investidores têm destes setores, considerando que estão mais expostos às fracas perspetivas económicas agora patentes numa multiplicidade de mercados europeus. As atitudes dos investidores face ao imobiliário de retail devem ser enquadradas no contexto das pressões sobre o consumo sentidas nas economias que enfrentam programas de austeridade.”

O inquérito de 2012 da CBRE, Real Estate Investor Intentions foi realizado em fevereiro e respondido por mais de 340 inquiridos de toda a comunidade de investimento imobiliário. O inquérito foi concebido para proporcionar um elevado nível de perspetivas sobre a visão e atitude dos investidores relativamente aos mercados imobiliários globais, privilegiando a Europa. Traça as preferências dos investidores quanto a regiões, países, cidades, setores e tipos de ativos imobiliários. O inquérito cobre ainda a influência da disponibilidade para financiamento e o impacto da crise da Zona Euro na atividade de investimento e regista a visão dos investidores quanto a potenciais ameaças à recuperação do mercado imobiliários.

Fonte: CBRE

Comentário

Submeter

Aceito as condições particulares de utilização

Os comentários são sempre sujeitos a apreciação prévia. Ficam excluídos da sua colocação online os comentários considerados ofensivos, insultuosos, difamatórios, inflamados, discriminatórios, e desadequados ao texto alvo de comentário.

Pesquisar Notícias

Pesquisar

ler mais Agenda

07 Mai 13 a 11 Mai 13 Tektónica Moçambique

26 Out 12 a 28 Out 12 - Madrid - Palacio de Congresos de Madrid Salón de la Vivienda de Madrid